Trás-os-Montes

Palaçoulo

Posted in Miguel Torga, paula abreu, Soutelo Mourisco, Trás-os-Montes by Paula Abreu on Outubro 24, 2008

“onde estiver um transmontano está qualquer coisa de específico, de irredutível. E porquê? porque, mesmo transplantado, ele ressuma a seiva de onde brotou. Correlhe nas veias a força que recebeu dos penhascos, hemoglobina que nunca se descora.”

Anúncios

Por entre escolhos e lobos

Posted in Miguel Torga, paula abreu, Soutelo Mourisco, Trás-os-Montes by Paula Abreu on Outubro 24, 2008

Vou mostrar-lhes um Reino Maravilhoso

Posted in Miguel Torga, Soutelo Mourisco, Trás-os-Montes by Paula Abreu on Outubro 24, 2008


“O que é preciso, para os ver (estes mundos), é que os olhos não percam a virgindade original diante da realidade e o coração, depois, não hesite.” Miguel Torga